23 fevereiro, 2012

A procura da realidade sonhada

Nem sempre as coisas correm como sonhamos - reformulo - as coisas nunca correm como nos sonhamos, mas isso não quer dizer que a forma como acabam por se resolver não seja a melhor.
Há que fazer por isso, mas há também que manter uma dose de confiança porque mesmo que existam barreiras, por mais imperceptiveis que possam parecer, ou intransponíveis, existem sempre formas de as iludir ou transformar, de forma a faze-las colidir com os nossos sonhos

E em sonhos te abraço e te beijo, como se a tua presença fosse a minha principal realidade. A distancia que os dias ditam tornam o meu sentimento ainda mais presente. O futuro e a mistura do que procurarmos e do que conseguirmos encontrar.