06 fevereiro, 2012

A gralha

A gralha e um pássaro típico da zona ocidental, sul do pais. Facilmente se confunde com um corvo, mas e mais pequena e quando aplicado um pequeno corte no freio da língua, consegue imitar, tal como o papagaio, uma série de palavras humanas, que gosta de ir repetindo a seu bel prazer. E um pássaro de plumagem simples, apenas de uma cor e sem grande beleza natural, por assim dizer. Mas e um pássaro autóctone e uma das suas características especificas reside no fato de apesar de se poder passar por corvo tem a tendência a adquirir a boa disposição daqueles que as ensinam nos primeiros passos da linguagem. Como são bichos de vida longa, geralmente são companheiros do "amestrador" para o resto das suas vidas. E embora se diga que dão azar,dizem as historias antigas que permitem, quando tem grande estima pelo companheiro humano, prever os azares ou ocorrências menos boas, devido ao excesso de barulho que produzem quando enfrentam situações anormais.

A natureza ensina-nos que o amor pode ter varias formas, mas deve ser sempre baseado na lei da reciprocidade. Se recebes, da, se deres receberas, porque a natureza gira em volta de ciclos de equilíbrio baseados na importancia de todos os seres e que devemos manter, transmitindo aos outros todo o amor que se gera a nossa volta, tal como a natureza o faz. Nos em forma de carinho e compreensão e ela em forma de energia e reciprocidade na sobrevivência. E 'e este equilíbrio que nos permite a felicidade. Não sejamos egoístas ao ponto de não passarmos a outros aquilo que a natureza nos ensina a nos: amor e simbiose.

Boa noite meus amigos
Ps: Obrigada meu amor por me ensinares a importância da reciprocidade e de todos os seres no equilibrio natural do mundo