04 fevereiro, 2012

Amor e borboletas

Amar demais... E possível? Existe essa "coisa" de amar demais? Eu, sinceramente acho que não. Ninguém ama demais, pode e existir quem se ame de menos e transfira aquilo que deveria ser também um pouco seu, para os outros, tornando-se pouco orgulhosa naquilo que e e muito orgulhosa naquilo que os outros são. Muitas mães são o exemplo disso, mas não só.
Diz-se por ai que não se pode amar os outros se não nos amarmos a nos. Eu não concordo. Pode-se sempre amar os outros, deve-se sempre e amar-se também a própria forma de ser, porque se não gostarmos de nos , quem gostara? Quem consegue mostrar as partes boas de uma coisa de que também não gosta?
Por isso antes de soltar as nossas borboletas, temos que ter a certeza que as asas já aguentam o voo da felicidade. Por isso antes de procurar o sonho, temos que o encontrar dentro de nos.

P.s. Obrigado amor, pela ajuda que me tens dado neste caminho, melhor ou pior, fez-me ter a perfeita consciência disto...